Empreendedorismo

Que tipo de empréstimo para abrir negócio vale a pena apostar ?

Você decidiu que era hora de ser o seu próprio chefe e vai abrir um negócio? Já escolheu produtos e serviços que vai oferecer, decidiu qual será o seu público-alvo, mas não começou a atuar porque falta capital?

O fato é que qualquer tipo de negócio, inclusive o e-commerce, é preciso que você tenha recursos para comprar produtos, arcar com as despesas, pagar fornecedores, comprar equipamentos, etc.

Descubra qual empréstimo é melhor para o seu caso.

O que você precisa saber antes de pedir um empréstimo para abrir negócio

Cada instituição financeira oferece diferentes condições de empréstimo para abrir negócio e, por isso, é preciso que você pesquise bastante.

Trace um plano de negócios e tenha em mente o destino que terá o capital.

Compare os custos, prazos para pagar o empréstimo, taxas de juros e garantias que você deve conceder.

empréstimo para abrir negócios, cifrão

Tipos de empréstimo para abrir negócio

Com tudo o que foi dito em mente, é hora de conhecer os tipos de empréstimo para avaliar qual é o melhor para o negócio que você pretende abrir.

1.     Empréstimo Pessoal

Por conta da facilidade de aprovação, o empréstimo pessoal é uma das formas de crédito mais populares do mercado. Além disso, o dinheiro é liberado rapidamente.

Como você não precisa dizer para a instituição financeira qual é o motivo do empréstimo, o crédito pessoal pode ser um empréstimo para abrir negócio, mas isso vai depender de quanto você precisa, já que não é possível conseguir valores elevados para, por exemplo, abrir uma franquia.

2.     Empréstimo Consignado

Se você ainda tem um emprego de carteira assinada, é funcionário público ou é militar, pode conseguir um empréstimo consignado.

O crédito é facilitado, contudo, as parcelas são descontadas diretamente de seu salário antes que ele caia na conta. Por isso, pode ser considerado inflexível, pois você não terá a chance de ficar sem pagar caso aconteça algum imprevisto.

Por outro lado, isso faz com que as taxas de juros sejam menores.

Uma desvantagem deste empréstimo para abrir negócio é que, assim como o crédito pessoal, o crédito consignado não permite a liberação de valores muito elevados.

Investidores-anjo

Se você tiver a ideia e o plano de negócio bem consolidados, ainda pode contar com a ajuda dos Investidores-anjos, que são empresas – geralmente cadastradas no site Anjos do Brasil – que investem em uma microempresa que seja capaz de provar que ela possui um diferencial.

Segundo a Lei Complementar 155/2016 de julho de 2017, os investidores-anjo podem investir entre R$ 50 mil e R$ 600 mil em micro e pequenas empresas.

Nesse caso, esses investidores são considerados sócios e, durante 5 anos devem obter até 50% dos lucros da sociedade como retorno financeiro.

Para conseguir que um anjo invista em você, é importante que você tenha um plano de negócio, estabeleça uma previsão dos lucros, e, se você apresentar um protótipo do produto, melhor.

Gostou do texto? Então conheça o nosso blog para descobrir mais dicas de como conseguir bons empréstimos. 

Quer conhecer mais?

Veja nossos outros artigos sobre Franquia e Empreendedorismo.

Sucesso!

Franquias

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios