Beleza e SaúdeFranquias

Franquia odontológica ou clínica própria: em qual investir?

De acordo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), o Brasil é o país que mais forma dentistas no mundo e deles, mais da metade está na Região Sudeste. 

Dados divulgados em março de 2020, também pelo CFO, apontam que são 334.077 cirurgiões dentistas em atividade e pouco mais de de 49,5 mil consultórios abertos.

Com essas informações, muitos dentistas ficam em dúvida se devem abrir ou não seu próprio consultório por conta da grande concorrência do mercado e, na maior parte das vezes, é aí que surge a ideia de investir em franquias.

Contar com a ajuda de uma marca já consolidada e se apoiar em um modelo de negócios testado é uma das coisas que mais chamam atenção nos profissionais. Mas será que, de fato, vale a pena escolher esse caminho?

Se você quer saber mais sobre o assunto, continue acompanhando o nosso conteúdo. 

Entendendo o cenário

Todos sabem sobre a dificuldade de ingressar no mercado em qualquer área após concluir a faculdade e na odontologia, com os obstáculos mencionados acima, acaba sendo ainda mais complicado.

Diversas vezes, o profissional acaba tendo que enfrentar condições não muito favoráveis, além de ter a remuneração de acordo com os atendimentos prestados, que no início são escassos.

Por esses e outros motivos escolher seguir pelo caminho das franquias é a melhor opção, ainda mais sabendo que novas unidades de franquias são abertas todos os meses no Brasil e que as odontológicas estão entre as que mais crescem no setor.   

Essas franquias são administradas por empreendedores que enxergam o setor da odontologia como uma boa oportunidade de gerar lucro e trabalham com o marketing regionalizado aproveitando força da marca.

Então, se a ideia do dentista é crescer rápido e não se preocupar com a gestão e marketing, a franquia é uma ótima estratégia para esses profissionais. Mas é importante ressaltar que, mesmo encurtando caminhos, é preciso seguir exatamente o que a franquia prega.

Como funciona a franquia de clínica odontológica?

Antes de escolher uma franquia você deve saber que o processo pode ocorrer de várias maneiras, tudo vai depender do que foi determinado anteriormente pelo fundador da franquia.

O foco varia, mas pode estar na abertura de consultórios que oferecem tratamento dentário, odontopediátrico, odontopediátrico ou até mesmo com inúmeras especialidades.

Uma boa parte das franquias odontológicas oferece o auxílio na parte administrativa do consultório. Existem equipes ou empresas que fazem isso por meio do atendimento ao cliente ou conectando a franquia à uma empresa que oferece essa assistência.

Falando sobre a parte estrutural, ela também deve ser feita de acordo com a orientação do franqueador.

A localização, a decoração e os tipos de serviço, por exemplo são escolhidos de acordo com o tipo de franquia e com o auxílio do gestor responsável.

Sobre a questão financeira, uma franquia precisa de investimentos iniciais, mas isso pode variar de acordo com o que se quer alcançar, entretanto, existe também o apoio fornecido e a garantia de resultados positivos.  

Considerando os pontos mencionadas acima, veja 8 motivos para investir em uma franquia odontológica no Brasil.

Modelo de Negócio de Sucesso

Esse sistema de negócio permite a possibilidade de aplicar um modelo de serviço que já foi testado e teve sucesso comprovado. Com isso, há uma redução na percepção de risco do profissional que pretende investir na opção.

É diferente de abrir o consultório próprio, pois, além de o profissional ter que parar para pensar toda a estrutura do empreendimento e ir atrás de tudo, também tem a questão da incerteza quanto ao sucesso e crescimento da clínica.

Poder de Barganha em Negociações

Grande parte dos gastos de uma clínica odontológica são em razão dos equipamentos e materiais utilizados em procedimentos. No modelo de franquias deixa de ser uma dor de cabeça!

A franqueadora pode garantir negociação com fornecedores, fazendo uma grande quantidade de encomendas para toda a rede. Isso permite o poder de barganha no momento de compra, garantindo descontos, parcelamentos e condições especiais.

Preparo e Suporte nas Demandas Gerenciais 

A assistência na franquia odontológica existe desde o início do projeto até a implantação da filial. Dicas de como como montar o estabelecimento, orientações mercadológicas e demais tópicos essenciais são fornecidos pelos responsáveis. 

O apoio é fundamental para a abertura de um novo negócio, especialmente para dentistas que não têm vivência no setor.

Por isso existe um auxílio com a escolha do ponto comercial, de ótimos prestadores de serviço, de questões burocráticas, como por exemplo a documentação para abrir firma e impostos que devem ser pagos regularmente.

Além de tudo, os funcionários e o empreendedor recebem capacitação durante o processo e também em qualquer eventualidade, garantindo a atualização contínua da equipe.

Implantação de Inovações

Investir em inovação para quem tem o consultório próprio pode demandar muito tempo e altos gastos, o que se torna inviável. Com isso, o profissional acaba adotando as novas técnicas somente quando já estão sólidas e acessíveis.

No entanto, quem escolhe investir na franquia odontológica vive outra realidade pois a franqueadora oferece recursos e especialistas para realizar pesquisas e investir na evolução e na importação de inovações.

Assim, o empreendedor permanece atualizado e atento às novidades do mercado e, consequentemente, atrai mais pacientes para o consultório.

Previsão de Gastos

Esse modelo de negócio permite que o dentista saiba exatamente qual será o valor aplicado e isso faz com que o profissional se organize e defina um planejamento exato do quanto terá que desembolsar. 

Dessa maneira, ele não é pego desprevenido, como poderia acontecer em um consultório próprio, pois os riscos de endividamento são reduzidos e, portanto, o risco de falência também.

Aumento de Networking

Se você se tornar um franqueado, passa a fazer parte de uma rede, isso permite que você conheça muitas outras pessoas do mesmo segmento. Ampliando o seu networking, é possível garantir a oportunidade de trocar diversas experiências, técnicas e conhecimentos.

Além disso, passa a ter contato com pessoas que passaram ou ainda passam pelas mesmas questões que você. Isso tudo pode acontecer nos eventos periódicos realizados com todos os associados. 

Velocidade de Crescimento

Um modelo de negócios pronto e consolidado favorece o crescimento rápido e escalável, principalmente pensando na questão de que dentistas, na maioria das vezes não têm nenhum tipo de preparo ou conhecimento administrativo.

O que fazer antes de participar de uma franquia?

Com base em todo o conhecimento transmitido acima, chegou a hora de pensar nos principais pontos antes de decidir fazer parte de uma franquia.

  • Pesquise tudo sobre a empresa;
  • Contate outros franqueados;
  • Se organize;
  • Entre em contato com a empresa.

Atração de Pacientes Particulares

Segundo um estudo da Agência Nacional de Saúde Suplementar, apenas 12% da população possui plano odontológico e isso reforça a procura por serviços particulares. 

As franquias costumam trabalhar com valores mais acessíveis e, por esse motivo acaba atraindo um maior número de pacientes. 

Conclusão

Neste conteúdo, você pôde entender melhor como funcionam as franquias odontológicas e que elas são um ótimo negócio para quem deseja crescer e ter lucro.

E, mesmo que ainda se sinta inseguro, não deixe de buscar informações e esclarecer suas dúvidas, afinal, só assim você ficará por dentro de todo o assunto. O consultor com certeza também estará disponível para te ajudar e esclarecer todos os pontos ainda pendentes.

Então se você pensa em abrir uma franquia odontológica e quer entender mais sobre como funciona todo esse processo, não perca tempo! A hora é agora!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios