Educação e Idiomas

Intercâmbio Acadêmico: ótimas experiências para jovens!

O conhecimento sobre culturas, pessoas e valores das sociedades ao redor do mundo é uma base sólida no preparo de jovens e adolescentes para os futuros desafios acadêmicos e profissionais da vida adulta. E o intercâmbio estudantil é uma excelente forma de construir esse conhecimento e fortalecer uma visão ampla, cosmopolita e correta sobre todas as sociedades, fortalecendo suas escolhas pessoais para toda a vida.

Estamos em um mundo hiperconectado e sem fronteiras.

Podemos nos comunicar com pessoas das diferentes regiões do planeta em um piscar de olhos – ou melhor, em dois ou três cliques. Esta proximidade possibilita criar relacionamentos com pessoas de todas as culturas e idiomas e criar as condições para oportunidades profissionais e acadêmicas.

Um dos maiores ganhos com o mundo digital é o contato com instituições de ensino que oferecem programas de intercâmbio – um produto que cresce cada vez mais em número de cursos e países que incentivam.

Intercâmbios acadêmicos: uma oportunidade mais próxima dos jovens brasileiros

Os intercâmbios acadêmicos têm uma procura cada vez maior nos últimos anos. Em 2017 houve um crescimento nas inscrições de 25% comparado com 2016.

Foram mais de 300 mil estudantes no exterior, um número significativo quando pensamos que o país ainda atravessava uma crise econômica.

Além disso, o custo de um intercâmbio vem caindo ao longo dos anos, com o aumento de oferta tanto de países e cidades quanto de escolas e universidades. Os tempos de passagens caras, poucos locais e falta de uma variedade de cursos ficaram no passado.

Mesmo com o câmbio desfavorável, as famílias ainda preferem investir pensando em uma série de benefícios que essa experiência pode trazer para os jovens.

Intercâmbios acadêmicos: quais os benefícios para os jovens

A experiência de estudar no exterior é extremamente positiva e por diversos motivos.

O intercâmbio valoriza o currículo

Um intercâmbio representa um item de alto valor em um currículo, visando o mercado de trabalho no futuro. O recrutador, em um processo seletivo, tem um interesse especial, pois significa que a pessoa viveu uma experiência de convivência em situações diferentes de sua rotina e pode demonstrar uma habilidade de superar desafios.

Viver a realidade e a cultura de outra sociedade

Além de estudar em dias e horários estabelecidos, um ganho importante em um intercâmbio é a possibilidade de ser morador da localidade, já que é comum que os estudantes fiquem hospedados em casas alugadas. Assim ele terá a oportunidade de ser um cidadão e aprender muito sobre a cultura e os hábitos da população local.

Possibilidade de permanência e trabalho

Alguns países oferecem intercâmbios combinados com a oferta de visto e possibilidades de trabalhar no país e isso pode ser uma grande oportunidade para muitos jovens permanecerem e construírem uma nova vida fora do Brasil – o que é interesse de muitos, pela possibilidade de ganhar vivência.

Enriquecimento pessoal

Uma experiência tão rica de relacionamentos e desafios como o intercâmbio pode proporcionar um crescimento pessoal que vai ajudar muito nas oportunidades futuras. Um intercâmbio permite criar um cidadão do mundo, com um olhar mais atento às diferenças.

Intercâmbio

Quais são os cuidados que devemos ter na decisão por um intercâmbio

Apesar de ser uma experiência rica, um intercâmbio é um período longe de casa e requer alguns cuidados importantes antes da escolha.

O país é o mais adequado ao jovem?

Por menor que seja o período de estadia, viver longe da família sempre é uma experiência complexa, principalmente no começo, e isso pode se tornar mais difícil se o destino não for um lugar com o qual ele não tenha afinidade.

Viver uma experiência fora da caixa é essencial e deve ser uma meta de quem faz intercâmbio. Muitas pessoas são tentadas aos intercâmbios no Canadá, por exemplo, que oferece chances de permanecer legalmente e trabalhar. Porém, o clima e a gastronomia podem ser empecilhos grandes para atingir os objetivos maiores – estudar e se relacionar com pessoas.

Uma boa pesquisa sobre o local e uma conversa com o jovem podem ajudar na decisão – que é um investimento considerável para ser vivido apenas pela metade.

Pesquise profundamente sobre a instituição e o curso

Quando falamos de Harvard e Cambridge, parece que pesquisar sobre elas é dispensável, não é mesmo? Mas a realidade é muito diferente: avalie os regulamentos, cargas horárias, reputação do curso, localização do campus, opções de hospedagem e o calendário. E para as escolas ou universidades sem tanto renome, os cuidados se multiplicam.

O jovem tem domínio do idioma do local de destino?

Esse é o aspecto mais importante na definição do destino: o jovem deve ter domínio e fluência do idioma local para que a comunicação não seja um obstáculo ao aproveitamento de toda a experiência.

O inglês é o idioma universal e costuma ser exigido na grande maioria dos intercâmbios. Portanto, investir em um curso de inglês é fundamental, principalmente se o aprendizado começar na primeira infância.

Além de ser a melhor fase para começar a aprender idiomas, o estudante terá um domínio muito maior quando chegar na juventude e isso será decisivo na aceitação da matrícula, no aproveitamento do curso e na qualidade dos relacionamentos no dia a dia.

Nesse contexto, as Franquias de Idiomas têm um potencial muito grande no mercado, as famílias investem cada dia mais cedo e constroem uma relação de longo prazo – entre 10 e 15 anos – para garantir a melhor qualidade na fluência.

Quais os países mais procurados para Intercâmbios Acadêmicos?

A cada dia, mais países incentivam os intercâmbios acadêmicos. Em muitos, existem várias cidades, algumas com reconhecimento de instituições de primeira linha para determinados temas. Vamos falar dos X países mais procurados pelos brasileiros.

1 – Canadá

Cerca de 30% dos intercâmbios têm destino nesse país. Ele é muito atraente por ser um país desenvolvido, com alta qualidade de vida, moderno, sem históricos de intolerância social e costuma ser um dos mais baratos para investir em um curso.

Outro ponto muito forte é o incentivo a morar em definitivo no país após o término dos estudos, com muita oferta de empregos.

2 – Estados Unidos

Esse é um país procurado por mais estudantes a cada ano e a diversidade de culturas e estilos de vida é um grande atrativo. Cidades completamente diferentes em life style como Nova Iorque, San Francisco ou Boston podem agradar a todos os candidatos. E o país é o que tem a maior quantidade de localidades com ofertas de cursos: mais de quarenta cidades.

3 – Inglaterra

Em que pese ser um dos destinos mais caros, pela valorização da libra esterlina, a Inglaterra oferece cursos em cidades com excelente infraestrutura sem ser metrópoles, proporcionando um ritmo de vida mais tranquilo.

O fato de ser um dos países mais ricos em cultura e história também é um grande atrativo. Se o jovem tiver fluência no inglês norte-americano, a experiência com o britânico pode ser um desafio interessante.

Intercâmbio

Gostou deste artigo?

Esperamos que tenha ajudado você a pensar na Franquia como uma forma de dar um salto de qualidade na sua carreira.

Quer conhecer mais?

Veja nossos outros artigos sobre Franquia e Empreendedorismo.

Sucesso!

Intercâmbio

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios