Empreendedorismo

Como fazer uma proposta comercial?

Existe sempre um grande desafio entre o que é inicialmente falado por um vendedor e a formalização de uma proposta comercial para contemplar as necessidades do futuro cliente.

Ajustar este documento com a expectativa é um grande desafio para evitar retrabalho e frustrações futuras.

Já parou para pensar que muitas vezes um negócio pode não ter ocorrido simplesmente porque houve uma falha justamente ao fazer uma apresentação comercial?

Para te ajudar a avaliar se as suas estão bem feitas ou mesmo para orientar quem nunca fez um documento igual a este é que elaboramos este material aqui.

Você vai encontrar algumas dicas potentes e simples de serem aplicadas de como fazer uma proposta comercial.

Qual é a estrutura de uma proposta comercial?

Uma proposta comercial é uma oferta, seja ela do tipo B2B ou B2C, na maioria das vezes por escrito, enviada física ou virtualmente, sendo elaborada por um vendedor para um cliente em potencial e tem poder de contrato entre as partes. Geralmente ela é formada por:

  • Uma capa ou página inicial, que precisa de um design atraente;
  • Uma apresentação da empresa e do serviço ou produto oferecido;
  • Um resumo da proposta – especialmente para aqueles que vão ter contato com ela, mas não serão responsáveis pela decisão a fundo;
  • Os detalhes da proposta: características, metodologia etc;
  • A parte da negociação: preços e condições, cronograma, entre outros;
  • Também é possível incluir alguns adendos, como provas sociais e outros elementos que podem influenciar na decisão;
  • Informações de contato e agradecimentos.

É possível inovar e fazer uma proposta comercial em outro formato como vídeo, por exemplo.  Isso vai depender da empresa, sua persona e seus objetivos. 

Foque em soluções

A proposta comercial que gera vendas não é somente descomplicada, coesa e objetiva, mas é também capaz de transmitir possíveis saídas para problemas e apresenta bons resultados a serem alcançados. Então, como fazer isso?

Identifique especialmente as dores do seu cliente em potencial. O que o desafia? O que “tira seu sono”? O que ele precisa solucionar? Mostre empatia e compreensão.

Indique que o seu produto ou serviço é tudo aquilo que ele realmente precisa naquele momento.

Exemplo: Uma proposta feita por uma empresa que oferece um sistema de geração de energia solar, ao invés de oferecer somente seu produto, pode apresentar a solução que ele entrega:

“Que tal diminuir os seus gastos com energia elétrica em 60%?”

Se o cliente está buscando essa saída, com certeza se interessará pela sua oferta.

Informe detalhadamente o seu objetivo

Pessoas se sentem seguras quando têm conhecimento do que vai acontecer. Quando apresentar uma proposta, é importante detalhar os acontecimentos.

Ao fazer uma proposta comercial, busque explicar como o serviço será feito ou as características do produto e o que o cliente pode esperar. É necessário tirar todas as dúvidas que possam aparecer e antecipar possíveis questionamentos.

Entretanto, pense em não complicar e prolongar-se desnecessariamente.

Exemplo: Um serviço de aulas de inglês empresarial pode informar na proposta o currículo acadêmico do professor e a metodologia de ensino para que o cliente possa entender melhor e confiar no trabalho oferecido.

Personalizar é importante

Esqueça esse assunto de encaminhar uma mesma proposta para mais de um cliente, mesmo que eles sejam do mesmo segmento e estejam com o mesmo objetivo.

O cliente pretende manter um relacionamento com a empresa e isso precisa ser enxergado e valorizado.

Por isso, personalizar a proposta comercial é tão importante. Especialmente quando estamos falando de vendas B2B, em que é necessário pesquisar a fundo a outra empresa a quem se faz a proposta.

A proposta personalizada mostra que você se preocupou com o cliente, se interessou por ele e o conhece bem. Há uma sensação de proximidade. Este é um gatilho importantíssimo quando se trata de vendas.

É importante se preocupar com o tom de voz da marca, com qual tipo de dado será informado para gerar valor, além de quaisquer outras circunstâncias e preferências.

Use prova social

Apresente uma lista de clientes reconhecidos que já trabalharam com a empresa e casos de sucesso, isso tudo serve como prova social. E ela é um dos fatores mais importantes para o convencimento e para a tomada de decisão.

Exemplo: Uma agência de publicidade aparece como destaque do ano em uma revista especializada no mercado. Isso pode valer como uma forte prova social. Algum trecho da matéria – uma frase que seja relevante –  pode estar presente na proposta.

Lembre-se: a proposta comercial é fase importante na decisão de fechamento de um negócio a seu favor – ou contra você! Ela é fundamental, pois praticamente pode fazer uma venda por si só. Afinal de contas, quando o cliente em potencial consome seu conteúdo, você não estará ao lado para explicar melhor ou argumentar. 

Preocupe-se com essa questão!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios