Empreendedorismo

A importância do e-mail marketing para a fidelização dos seus clientes!

Para que as empresas se destaquem no mercado, é preciso que além de um produto qualificado e que resolva as demandas dos clientes, haja um bom atendimento e, principalmente, um marketing que faça a diferença. Um exemplo é o uso do e-mail marketing.

O marketing serve tanto para fidelizar os clientes que já compram ou fazem parte daquela empresa, como para captar novos clientes.

Para isso, existe uma série de estratégias, sendo uma das mais importantes a do e-mail marketing.

Além dos setores comerciais, o ramo de saúde vem explorando essa ferramenta, principalmente empresas do setor odontológico.

Isso porque é por meio desses e-mails que conseguem demonstrar o que são os procedimentos como lente de contato dental, como fazer o procedimento e retirar possíveis dúvidas, antes da ida ao consultório.

No presente artigo abordaremos sobre o que é o e-mail marketing, sua importância e como pode ser usado para atrair o público e fidelizar os clientes de forma bastante eficaz.

O que é o e-mail marketing?

A ferramenta conhecida como e-mail marketing consiste no envio de e-mails para uma lista específica de contatos,  para que se estabeleça uma conexão com o cliente. 

O disparo desses e-mails se dá por meio de softwares e sistemas de automação de envio. 

Por e-mail, podemos entender como a versão eletrônica das “cartas” e seu nome pode ser traduzido ao português por correio eletrônico.

Os e-mails foram inventados por Ray Tomlinson em 1971, de forma desproposital, em um projeto que queria deixar mensagens para as pessoas de um computador para outro e que não dependesse da presença do receptor, como o caso dos telefones.

Essa ferramenta se tornou essencial na internet, principalmente porque se tornou uma forma de identificação na rede. Deste modo, sabendo que sempre haverá um remetente e um destinatário, o marketing começou a explorar a ferramenta.

Neste sentido, muitas propagandas começaram a chegar nos e-mails, tanto de fritadeiras elétricas até procedimentos bucais, como a colocação de implantes dentarios. Assim, os e-mails se tornaram uma panfletagem virtual.

Esse excesso de envio de e-mails gerou uma categoria chamada de “spam”, e os servidores começaram a criar filtros para eliminar os possíveis spams da página de entrada principal e também evitar o envio de malwares.

Com isso, as empresas começaram a evoluir suas estratégias de envio de e-mails e, por isso, começaram a enviar e-mails para os seus leads. Isto é, pessoas que interagiram com a marca e deixaram o e-mail para registro.

Assim, hoje o e-mail marketing não funciona apenas para envio de ofertas, mas de conteúdo relevante, como as vantagens do uso de aparelho ortodontico transparente, entre outros serviços, desde que tenha havido interesse por parte do cliente.

Para que usar o e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma das ferramentas mais usadas para o desenvolvimento de uma estratégia. Isso acontece por conta da grande quantidade de usuários de e-mail, que está em torno de  4 bilhões de usuários. 

O e-mail também contempla as pessoas que não possuem redes sociais, já que o endereço eletrônico é o registro para os mais variados locais da internet.

Por essa característica, os médicos e dentistas podem usar essa ferramenta, tanto para informar, como para demonstrar os procedimentos existentes na clínica, como o clareamento dental com moldeira

Contudo é preciso ter atenção, pois existem normas que regem as campanhas em alguns setores.

Abaixo abordaremos sobre como usar o e-mail marketing em clínicas odontológicas.

E-mail marketing em clínicas odontológicas

O primeiro passo para a produção de e-mail marketing é conseguir captar os e-mails dos clientes. Por isso, é necessário construir uma estratégia de captação desses e-mails.

Uma forma de conseguir isso é durante o cadastro do cliente, com o campo e-mail, ou formulário de contato no site da clínica. Assim, aos poucos, o banco de dados vai sendo construído.

 Em seguida, é preciso fazer uma separação dos dados recebidos. 

Ou seja, clientes interessados na implantodontia,que consiste na colocação de protese sobre implante dentario, deverão receber materiais dessa área e dificilmente gostarão de e-mails voltados para a ortodontia.

Há apenas uma única exceção: quando o e-mail marketing contemplar todos com assuntos gerais. 

Como falamos no começo do texto, muitos dos e-mails marketing são automatizados por plataformas específicas, entretanto, caso não possua dinheiro para investir nessa ferramenta em primeiro momento, é possível começar com o e-mail do seu próprio servidor.

Esses servidores possuem opções de construção de grupos de e-mails separados por assuntos e temas.

Quanto mais organizado for um banco de dados, mais eficaz e otimizado serão seus e-mails. Em alguns casos, é possível também separar os e-mails de pacientes particulares e de convênios. 

Mas lembre-se, em pouco tempo será necessário contratar uma plataforma para que isso aconteça de forma mais rápida e também mais eficaz.

Mas como usar o e-mail na clínica?

São muitos os objetivos que o envio do e-mail marketing pode atingir em uma clínica, abordando também contatos ricos em conteúdos para qualificar o contato.

Além disso, pode ser usado em estratégias como: 

  • Contato em datas comemorativas;
  • Divulgar novidades tecnológicas no consultório;
  • Transmitir sugestões e dicas de cuidados e tratamentos; 
  • Informar mudança de endereço;
  • Informar sobre quanto custa um implante dentario ou outro procedimento; 
  • Encaminhar lembrete sobre a consulta marcada.

Abaixo abordaremos como organizar melhor o seu banco de dados e os envios dos e-mails.

O passo a passo do e-mail marketing na clínica odontológica

Existem alguns passos que podem ser tomados e seguidos pelos cirurgiões-dentistas que tenham clínicas. 

A primeira delas é a definição de objetivos. Saber para que serve a ferramenta e os objetivos desejados é fundamental para saber qual estratégia tomar. Assim,  é possível melhorar a definição dos conteúdos que comporão as mensagens. 

Segmentar os pacientes é muito importante para o banco de dados, pode ser tanto por pacientes com convênio ou particulares, como por idade, tipo de tratamento e até mesmo região.

Para cada cliente que está segmentado, mais as chances de você enviar um e-mail certeiro que vai converter para um mais novo tratamento ou para a continuidade de determinados procedimentos realizados.

Em seguida, é necessário a criação de um template de e-mail. Isso significa a criação de um modelo que será padrão, como cores, tipo de fonte, entre outras informações que  criarão uma identidade para os informativos. 

Assim, podemos dizer que é necessário que sua clínica já possua uma identidade visual. Caso contrário, é necessário providenciar, pois isso diz respeito ao profissionalismo da clínica.

Em seguida, é hora de pensar no conteúdo para o email marketing com base em seu banco de dados. 

Para isso, existem duas métricas que auxiliarão o dentista a identificar se a estratégia está dando certo ou não.

A primeira métrica é a taxa de abertura que consiste na porcentagem de clientes que abriram o email. Já a segunda é a taxa de cliques, que consiste nos links existentes no email que foram clicados.

Um email de sucesso está atrelado a um equilíbrio entre abertura e clique. Caso seu email não tenha uma copy chamativa, o título não agradar, suas taxas podem ser baixas, trazendo um baixo desempenho para a estratégia.

Outro grande passo para que os emails para clínica obtenham sucesso é o desenvolvimento de títulos que chamem a atenção para o conteúdo. É indicado um título de até onze palavras, com simplicidade e com uma mensagem irresistível.

Um exemplo é “Como seu sorriso pode te ajudar a curtir o Carnaval?” ou “Porque é necessário levar seu filho ao dentista?”.

Por fim, é preciso que seja elaborado um cronograma de envio de email marketing. Isso é importante, pois, caso haja um excesso de envio de e-mails, os servidores podem entender como spam, ou seja, lixo eletrônico. 

Por isso, é importante a elaboração de um cronograma de envios mensais, com datas de publicação de cada conteúdo e o que pode ser usado.

Considerações finais

Assim, entendemos que o email marketing é uma ferramenta bastante poderosa e que pode ser usada nas clínicas odontológicas de forma bastante eficaz, desde que determinados pontos sejam vistos com carinho.

Nas clínicas, o email marketing precisa ser elaborado conforme  um plano de ação bastante preciso, com o máximo de detalhes possíveis, para que envios errados ou equivocados não cheguem aos seus pacientes.

Sempre que possível, contrate um profissional da comunicação para redigir seus emails. No começo, os dentistas podem até tentar, mas para uma relação mais eficiente e conteúdos bem desenvolvidos esses profissionais são excelentes.

O email marketing é uma tela em branco, então, exercite a criatividade e chame a atenção do público que o receberá. A partir disso, novos pacientes começarão a encontrar a clínica e o famoso marketing boca a boca poderá te ajudar.

Portanto, investir em email marketing ainda continua sendo uma boa opção para fidelizar pacientes e captar novos clientes para sua clínica odontológica.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios